quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Voltando para meus braços...



A última semana de dezembro, meu marido pegou folga na empresa, mas eu, infelizmente, precisei voltar ao trabalho. Como já havíamos combinado, ele ficaria na praia na casa da minha sogra e o Samuel ficaria aproveitando suas férias junto com o papai.

Claro que eu tinha absoluta certeza que o Samuel não ficaria longe de mim, por isso que eu concordei, mas não foi bem assim...

Segunda-feira, dia 26 de dezembro, arrumei minhas coisas para voltar para minha cidade e para o trabalho, certa que o Samuel viria comigo. Entretanto, como passamos o Natal no meu pai, quando fui deixar meu marido na casa da minha sogra, na casa de praia, Samuca decidiu ficar por lá e desistiu de voltar comigo.

Voltei para casa muito triste e me sentindo o ser mais solitário do planeta, mas mesmo assim, eu tinha certeza que logo receberia uma ligação dele, pedindo para eu ir à praia buscá-lo. Mas como o telefone não tocava, eu liguei e a decepção foi ainda maior, quando ao perguntar se ele queria que eu fosse buscá-lo, ele me respondeu “na-na-ni-na-não”!!

Dormi sozinha e confesso que chorei de saudade. Fui trabalhar na terça-feira, com esperança que ele já estava com saudade, mas ainda não estava e não queria sair da praia. Eu sei que é um pouco de egoísmo meu, que ele estava se divertindo, que ficar na casa da vó é tudo de bom, que lá a gente pode fazer tudo... Mas como mãe, é tão difícil ficar longe do filho!

Mais uma noite dormindo sozinha, e já era quarta-feira. Minha saudade já estava ficando insuportável, quando logo após o almoço eu liguei novamente e falei com ele. Para minha surpresa, ele ainda não queria sair de lá e voltar para casa comigo. Desliguei o telefone e chorei, chorei... Eu sei que pareço uma bobona, mas para mim foi uma decepção muito grande ele não querer mais ficar grudado em mim, como sempre foi. Meu filho estava crescendo e deixando a mamãe de lado, e por mais difícil que fosse, eu sabia que um dia isso iria acontecer. Só não imaginava que seria tão cedo, com apenas 3 aninhos!

Após o meu expediente de quarta-feira, não resisti e fui à praia vê-lo. Que saudade que eu estava! O cheirinho dele, seus beijinhos, sua mãozinha no meu cabelo que ele tanto ama mexer... Que delícia! Mas quando eu perguntei se ele queria voltar comigo, ele ainda não queria sair da casa da vovó.

Acabei dormindo por lá e voltei somente no dia seguinte para trabalhar e para minha surpresa, ele voltou comigo. Quanta felicidade! Meu filho voltou para os meus braços! Ele ainda me ama! Imagina a felicidade de uma mãe em ter o filho em seus braços novamente, multiplica...

Enquanto eu dirigia de volta ao trabalho pela manhã, eu vinha pensando no amor de Jesus de por nós, e quanto esse amor é parecido com o amor de uma mãe por seu filho. Somente uma mãe, pode imaginar o amor que levou Jesus a morrer por nós, sendo nós ainda pecadores. Porque morrer por quem é bom, amável e nos ama, creio que não seja assim tão fácil, mas é aceitável. Entretanto, Jesus morreu por quem blasfemava contra ele, o odiava, isso sim é um gesto genuíno de AMOR verdadeiro.

Somente uma mãe é capaz de amar um filho mesmo que ele seja o mais errado, mesmo que ele seja um ladrão, um assassino, mesmo assim ele é seu filho e uma mãe sempre aguarda o grande dia que seu filho irá retornar ao caminho do bem e voltar aos seus braços.

Acredito que da mesma forma que eu fiquei muito feliz, quando meu filho, largou  a diversão da praia, as regalias que ele tem com a avó, quando um pecador se arrepende de viver satisfazendo os desejos de sua carne e resolve voltar-se ao seu Senhor JESUS, creio que é uma alegria muito parecida que fazemos nosso Senhor JESUS sentir. Porque por mais que andemos em caminhos tortuosos, ele está sempre nos esperando de braços abertos e com um sorriso nos lábios e pronto para dizer: QUE BOM QUE VOCÊ VOLTOU PARA OS MEUS BRAÇOS, FILHO AMADO! QUANTO TEMPO EU ESPEREI POR ISSO, QUANTA SAUDADE EU SENTI...

SE VOCÊ ESTÁ LONGE DE JESUS, NÃO ESPERE MAIS TEMPO, PARA DAR ESSA ALEGRIA, PARA QUEM FOI CAPAZ DE MORRER POR VOCÊ!!

VOLTE PARA OS BRAÇOS DO PAI!

5 comentários:

  1. Poxa Keite um filho nunca deixa de nos amar... A gente sente falta deles mais que eles de nós... Mas eles adoram mesmo é se divertir...hehehe
    #coisademae

    Beijocas
    Carol

    ResponderExcluir
  2. Hum acho que imagino o que vc sentiu!!!!! Que bom que ele voltou. Esteve sumidinha que bom que voltou. Cris

    ResponderExcluir
  3. Queridaaaa... tô ausente.. mas tô sempre passando aqui... voltarei em breve.. não esqueci de vcs JAMAIS.. alias essa sua experiência eu passei um pouquinho, mas foi só pra dormir um dia na minha mãe... ele adorou claro, mas eu quase morri, era uma night que eu ia, e pra mim foi o pior dia, fiquei um peixe fora dágua e qualquer música eu visualizava ele, não aproveitei NADA..
    Mas qdo acontecer isso comigo na casa da SOGRA, auhauahuah, eu te conto... porque mãe é mãe né... na sogra a gente já pensa diferente!! rsrsrs
    BJÃOOO

    ResponderExcluir
  4. Chegando para te desejar um Feliz 2012 de muita paz, amor e prosperidade.
    Ano que vem nos encontramos no http://cantinhodosam.blogspot.com
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Olá, passeando pela blogosfera, achei seu blog! Adorei ele e já virei seguidora! =]

    Te convido para conhecer meu blog tbm...

    Star Fashion!!!
    http://simararosado.blogspot.com/

    Sera ótimo se vc quiser seguir o meu tbm... =] hehe

    Te espero lá!!!!

    BeeeeijO!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog!! Beijinhos...